Projeto Criando Criadores

0
138
Projeto de formação de agentes culturais na periferia da Zona Leste de São Paulo com o patrocínio da ArcelorMittal Brasil.

Nomes como Black Alien, Sérgio Vaz e Anelis Assumpção integram a Edição de 2020

Com foco em potencializar a cena cultural da Zona Leste de São Paulo, o projeto Criando Criadores promove, gratuitamente, um curso de capacitação cultural em que exercita as perspectivas periféricas da região, visando causar impactos duradouros.

Fundado em três importantes pilares, o Criando Criadores fornece aulas com teoria e prática sobre empreendedorismo e produção cultural, seguido de encontros e mentorias com profissionais do meio, contemplando, por fim, um artista independente da região com a produção de um single e videoclipe, desta vez, os selecionados formam a banda Chá da Tarde.

Com o intuito de levar trocas significativas e embasamento na capacitação cultural para a periferia, o Criando Criadores atua com três importantes pilares: “Aulas sobre empreendedorismo e produção cultural”, “Palestras e debates com profissionais do meio cultural” e “Desenvolvimento de uma mostra cultural”.

Palestra com Tássia Reis na Edição de 2018

As ações formativas integram a missão de transformar territórios e pessoas a partir da cultura a longo prazo. “Acho importante o projeto Criando Criadores porque potencializa a juventude no que mais fortalece a cidadania, cultura e educação, que são pilares imprescindíveis para a humanidade.

Zona Leste somos nós”, reflete o poeta Sérgio Vaz, que participa do projeto desde o início. 

Fundado em 2017, o programa se estabelece na região da Ermelino Matarazzo, bairro vigente na atuação cultural de resistência na Zona Leste de São Paulo.

Ali, se realizaram duas edições: a primeira, contou com passagens do rapper Rincon Sapiência, do grupo Odisseia das Flores e de Sérgio Vaz. No ano seguinte (2018), foi a vez de Preta Rara, Fióti, Drik Barbosa, Tássia Reis e DJ KL Jay deixarem a sua marca.

Em cada uma das edições, 40 alunos foram contemplados com o curso e toda a experiência. Agora, em 2020, das 160 inscrições, 65 nomes foram selecionados. 

Essas ações formativas, como produção de lives e podcast, e estratégias de comunicação para projeto cultural são resultado da parceria entre a Cingulado (consultoria com foco em investimento social), o Movimento Cultural Ermelino Matarazzo e a ArcelorMittal, que patrocinam a iniciativa por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura.

Através do programa ArcelorMittal Forma e Transforma, o Criando Criadores promove o desenvolvimento local por meio da arte e da cultura.

Segue a programação de mentorias: 

14/10 – Bate Papo Sérgio Vaz
15/10 – Bate Papo Anelis Assumpção
16/10 – Bate Papo Black Alien
17/10 – Musical: Banda Chá da Tarde e Black Alien
18/10 – Musical: Live Alunos e Anelis Assumpção

Sobre: Projeto de formação de agentes culturais na periferia da Zona Leste de São Paulo com o patrocínio da ArcelorMittal Brasil.

Quer Saber Mais ? (Acesse…AQUI)