Festival Periferia Preta

0
162
Festival Periferia Preta anuncia line up de sua 5a edição, totalmente online e gratuita

Evento chega a sua 5ª Edição escala apresentações de nomes como Bia Ferreira, Bixarte e Ventura Profana entre outros..

São Paulo, 20 de Novembro de 2020 – Desde o dia 2 de Novembro o coletivo Periferia Preta vem realizando a 5a edição do seu festival anual de modo online, com lives-ocupações de gastronomia, dança, yoga e contação de histórias infantis.

O evento, que acontece presencialmente na quebrada onde o coletivo está localizado, na Fazenda da Juta, região de Sapopemba, em São Paulo (SP), teve de ser reconfigurado este ano, por conta da quarentena e a impossibilidade de promover atrações em espaço público sujeitas a aglomerações.

Inscreva se no Canal e Confira a Programação (Acesse…AQUI)

Mas a preocupação em manter o festival acessível e plural seguiu a mesma e com isso o coletivo organizou para o final de semana que vem – sexta, sábado e domingo, 27, 28 e 29 de Novembro, respectivamente – três dias para a programação musical do evento, escalando artistas da Juta e região e atrações de outras quebradas brasileiras.

As apresentações serão transmitidas de graça pela plataforma digital do Periferia Preta: xxxxxx. Esta será a primeira vez que o Periferia Preta expandirá seu alcance para além da ZL paulistana, com uma transmissão virtual para todo o Brasil.

“Nosso festival nasceu com a necessidade de ecoar o trabalho de artistas periféricos, especialmente do nosso território. Com isso, nossa curadoria baseou-se em mapear os artistas que neste ano apresentaram trabalhos que acreditamos no potencial e que dialoga com os princípios do coletivo. Trazendo para seus shows inclusive a provocação do que é possível produzir em tempos de pandemia, onde somos as primeiras a sofrer os revezes da falta de investimento financeiro em nossos trabalhos”, explica o ator e gestor cultural Thiago Felix, um dos integrantes do coletivo, sobre a curadoria musical.

Para ele, colocar os artistas do território junto com artistas de maior projeção – ainda sim oriundos de outras periferias -, foi o ponto positivo que o festival online pôde trazer. “Há muitas das nossas ganhando espaço na mídia ou no mercado, mas sabemos o quanto esses espaços ainda são hegemonicamente brancos e juntar essas artistas em um line composto inteiramente por corpos fora da norma e periféricos, é uma celebração do quanto somos plurais e potentes”, aponta.

O festival Periferia Preta deste ano é também a celebração de uma conquista há muito aguardada: a conquista de um espaço físico que servirá de centro cultural. Ainda não inaugurado oficialmente, o local já está pronto, mas só será aberto dentro de um contexto sanitário futuro e mais favorável em relação ao controle da pandemia da Covid-19 em São Paulo.

PROGRAMAÇÃO, todos os dias a partir das 19:00
Sexta, 27 de Novembro
Intervenção poética: Sueli Ribeiro e Ariane Oliveira
DJ set: Paulete Lindacelva
Pocket shows: Diane e John Halles
Shows Lives: Bixarte e Bia Ferreira

Sábado, 28 de Novembro
Intervenção poética: Pikeno Kebra e Tari Eshe
DJ set: Thalligeira
Pocket show: Alinega e JahPam
Shows Lives: Ventura Profana e Lei Di Dai

Domingo, 29 de Novembro
Intervenção poética: Lais Borges, Caru e AFRODUN
DJ set: Aline Vargas
Shows Lives: Pituka Santos e Didi Carvalho com participação de Sidnei Ferreira e Marcelo Glick

Assessoria de Imprensa :: Festival Periferia Preta
Izabela Costa
izabelacosta.imprensa@gmail.com
(11) 973471280

Quer Saber Mais ? (Acesse…AQUI)

DEIXE UMA RESPOSTA