12ª Mostra da Cooperifa

0
103
A Mostra vai passar pela Fábrica de Cultura Jardim São Luís. Uh, Cooperifa! Uh, Cooperifa! A periferia de São Paulo vai oferecer muita cultura em outubro

A Cooperifa, um movimento cultural que realiza atividades poéticas semanais no bar do Zé Batidão, na periferia de São Paulo, completa 18 anos em outubro de 2019. Segundo a própria organização do evento, “o Sarau da Cooperifa é quando a poesia desce do pedestal e beija os pés da comunidade”.

Há 11 anos, realizam a Mostra da Cooperifa, considerada um dos mais importantes eventos de cultura da cidade de São Paulo. Em 2019, a sua 12ª edição vai passar por vários lugares – inclusive pela Fábrica de Cultura Jardim São Luís, instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo gerenciada pela Poiesis. Vão rolar apresentações de teatro, música, saraus, debate, cinema e muito mais dos dias 19 a 27 de outubro. Confira a programação!

As atividades na Fábrica de Cultura Jardim São Luís começam no dia 20, domingo, às 15h com a abertura de duas exposições. Novembro – Uma Alforria do Olhar, de Puga Menezes, inclui obras inéditas do artista, que acentuam imagens de caráter afro-brasileiro. Feitas com argila, pinturas de acrílica sobre tela, arte vetorial, e colagens.

Já Bikes Antigas, do grupo Magrelas Bike Club é inspirada na cultura dos mexicanos. O grupo divulga sua arte pela periferia de SP, usando as bicicletas como forma de expressão cultural associada a uma ideologia de libertação, inclusão social e estilo de vida.

Ainda no dia 20, vai rolar o debate Mulher, Poesia e Sarau com Cristina Adelina e Viviane Salles e mediação de Lu Sousa às 16h. Às 18h, quem toma o palco são Jera Guarani e José Soró, com mediação de Dinho Nascimento, no debate Cultura e Resistência. Para encerrar o dia, a Cia Solas de Vento vai apresentar O Vento. Em tempos incertos, o espetáculo propõe uma discussão de futuros e presentes possíveis, utopias e distopias, potência e impotência.

A Mostra volta pra Fábrica na quarta-feira, dia 23, com (In)justiça, da Cia de Teatro de Heliópolis, às 20h. Com direção de Miguel Rocha, o ensaio cênico é guiado pela indagação ‘o que os veredictos não revelam?’ e reflete sobre aspectos do sistema jurídico brasileiro. Para isso, conta a história do jovem Cerol que, involuntariamente, pratica um crime. A partir daí, surgem diversas concepções sobre o que é justiça, seja a praticada pelo judiciário ou aquela sentenciada pela sociedade. A classificação indicativa é de 14 anos.

Na sexta-feira, 25, às 20h, a Fábrica vai sediar o Encontro Rap. Vai ter intervenção do Dj Zeca, show de D’Grand’Stylo, Shirley Casa Verde e Yzalú e show e lançamento do CD “Até quando eu quiser, até quando eu puder” de Jairo Periafricania.

No dia 26, sábado, a palavra vai rolar solta. Quem abre o dia, às 15h, vai ser o debate Quilombo Literário na Encruzilhada. Vão participar Cuti, Luciana Moreno e Hamilton Borges. Às 17h, Cidinha da Silva, Geni Guimarães e Bianca Santana assumem com o debate “Literatura: Substantivo Feminino e Cada Vez Mais Negro”. Às 19h é a vez do Encontro de Saraus, que vai contar com a presença de Sarau Perifatividade, Sarau do Binho, Sarau Verso em Versos, Sarau da Brasa, Sarau Kintal, Sarau Elo da Corrente e Sarau da Cooperifa.

O sábado se conclui às 20h com a apresentação das Pastoras do Rosário em “Libertador”. Mulheres negras que surgem do chão sagrado da Igreja Nossa Senhora do Rosário, sustentam suas raízes, trazem a história de resistência africana. Musicalmente, há influência das congadas, moçambiques e sambas de roda, com um repertório composto especialmente para elas e releituras de Carolina Maria de Jesus e Dona Ivone Lara.

E, como tudo – infelizmente – chega ao fim, com a 12ª Mostra da Cooperifa não seria diferente. Para encerrar esse evento pra lá de especial, o Dj Erick Jay vai fazer uma intervenção com shows de Banda Veja Luz, Ilú Obá De Min, Cocão AVoz, Leci Brandão e Edi Rock! Para saber mais, inclusive sobre a programação que acontece fora da Fábrica de Cultura Jardim São Luís,

Quer Saber Mais ? (Acesse…AQUI)

SERVIÇO

Fábrica de Cultura Jardim São Luís | Rua Antônio Ramos Rosa, 651

20/10, domingo

15h Abertura da Exposição “Novembro – uma alforria do olhar” de Puga Menezes. E exposição “Bikes Antigas”, com a Magrelas Bike Club

16h Debate “Mulher, Poesia e Sarau”, com Cristina Adelina e Viviane Salles. Mediação: Lu Sousa

18h Debate “Cultura e Resistência”, com Jera Guarani e José Soró. Mediação: Dinho Nascimento

20h Espetáculo “O Vento”, com Cia Solas de Vento. Classificação livre

23/10, quarta-feira

20h Espetáculo “(In)justiça”, com Cia de Teatro Heliópolis. Direção: Miguel Rocha. Classificação: 14 anos

25/10, sexta-feira

20h Show “Encontro Rap”, com D’Grand’Stylo, Jairo Periafricania, Shirley Casa Verde e Yzalú. Intervenção: Dj Zeca

26/10, sábado

15h Debate “Quilombo Literário na Encruzilhada”, com Cuti, Luciana Moreno e Hamilton Borges

17h Debate “Literatura: substantivo feminino e cada vez mais negro”, com Cidinha da Silva, Geni Guimarães e Bianca Santana

19h Encontro de Saraus, com Sarau Perifatividade, Sarau do Binho, Sarau Verso em Versos, Sarau da Brasa, Sarau Kintal, Sarau Elo da Corrente e Sarau da Cooperifa

20h Show Pastoras do Rosário em “Libertador”

27/10, domingo

A partir das 15h00 Intervenção comDj Erick Jay e shows de Banda Veja Luz, Ilú Obá De Min, Cocão AVoz, Leci Brandão e Edi Rock

DEIXE UMA RESPOSTA