Grupo Dúdú Badé

0
104

Para o Dúdú Badé viver a magia é criar pontes capazes de transportar a alegria e a riqueza presentes na diversidade dos mais diferentes sorrisos. Por isso, dialogar com a infância por meio do conhecimento e das possibilidades apresentadas pela cultura africana e afrobrasileira é o objetivo do coletivo ao desenvolver atividades que visam explorar a ancestralidade negra presente em nossos cotidianos desmitificando-a de maneira lúdica.

O Dúdù Badé oferece atividades multidisciplinares e itinerantes, principalmente calcadas por brincadeiras circulares e contação de histórias fundamentadas na tradição de matriz africana e afrobrasileira por meio da oralidade, música, cultura e alimentação apresentadas pelas grandes cirandas criadas por onde o coletivo passa.

Ambientação de espaço, com elementos que simbolicamente representam as tradições de matriz africana com instrumentos musicais, tecidos, balaios e outros ornamentos que auxiliem na construção positiva do imaginário infantil e ajudem a construir o cenário de histórias repletas de cores, sons, cheios e sabores. As histórias são dinâmicas e se fundem com brincadeiras lúdicas estabelecendo assim uma forma de relação divertida e prazerosa com as temáticas propostas.
Quem é DÚDÚ BADÉ?
Amanda Cristina da Silva de Jesus
Nutricionista e Arte Educadora
As panelinhas, cumbucas e jarros de barro são verdadeiras riquezas no mundo de Amanda. Ela leva toda a criançada para a cozinha e, de maneira lúdica, auxiliá-las no entendimento do alimento e da alimentação como parte importante de uma cultura ancestral através de oficinas culinárias.
Odara Dèlé
Socióloga e Arte Educadora
Contadora de histórias carregadas de ancestralidade, Odara usa sua experiência em educação e nas pesquisas sobre religiões para desmitificá-las e posicioná-las como elemento fundamental de valorização da cultura afro-brasileira e africana, por meio de oficinas de contação de estórias e musicalidade.
Ana Caroline da Silva
Produtora Cultural e Arte Educadora
Artesã de tudo o que for possível ser criado com as mãos e uma dose de imaginação, Ana Caroline é estudante de Ciências Sociais e organizadora do projeto “Terça Afro”. Utiliza a ancestralidade, a oralidade, circularidade e o movimento para recriar brincadeiras africanas, fazer a ciranda girar e reaproximar as crianças do contato com a natureza.
Serviço:
Oficinas Descobrindo novos Tesouros com DUDU BADÉ
27/10 – 10H
CFCCT – Cidade Tiradentes
Dia 09/11 – 14H
Casa de Cultura Itaim Paulista
Endereço: R. Monte Camberela, 490
Quer Saber Mais ? (Acesse…AQUI)